Envie para um amigo

O mundo precisa de mais bicicletas

A conferência de Durban na Africa do Sul, trouxe o comprometimento pela primeira vez desde Kyoto em 2007, de todos os maiores emissores em um instrumento com força legal para redução de emissões. Uma grande vitória, mas ao mesmo tempo, ela nos mostrou que nossas emissões continuam a crescer e todos sabemos que isso não será suficiente para limitar o aquecimento global à faixa de segurança estabelecida de 2ºC até 2100.

Mas então o que fazer? Surge a necessidade de colocarmos toda a energia possível para que o acordo global com metas para todos seja completado o mais rápido. E enquanto esse acordo não chega, cada um de nós tem a sua parte a fazer.

Li recentemente um estudo conduzido pela Federação Européia de Ciclistas (ECF) que comparou os impactos da emissão de CO2 do transporte por meio de bicicleta, ônibus e carro. Os resultados como já era de se esperar mostraram que se todos os 27 países da União Européia atingissem um percentual de transporte por meio de bicicletas igual ao da Dinamarca, uma redução das emissões de CO2  entre 63 e 142 milhões de toneladas por ano seria possível até 2050. Isso corresponde de 12 a 26% da meta de redução traçada pelo setor de transporte da Europa. Se nós ampliássemos isso em nível mundial esses valores de redução seriam então ainda maiores.

E mesmo sendo uma grande redução, a meta está longe de ser um sonho. Há tempo suficiente para que até 2050 sejam feitos investimentos de infraestrutura que sejam capazes de aumentar a popularidade desse meio de transporte, mas o ideal mesmo é que eles sejam feitos o quanto antes.

Como você pode ver na imagem abaixo, a emissão por pessoa para cada quilomêtro é de 16g para bicicletas, 95g para ônibus e 229g para carros. E além de reduzirem as emissões as bicicletas também colaboram na diminuição do trânsito e aumentando a qualidade de vida.


Fonte: ECF

A dica é que sempre que possível você utilize bicicleta ou ônibus ao invés do seu carro, e se isso nunca for possível, opte por um carro que seja mais eficiente.

Deixe um comentário