Envie para um amigo

Consumo com consciência

Você já parou para analisar o que tem consumido ultimamente? Quando vamos a alguma loja ou supermercado, somos envolvidos por um mundo de novidades, tecnologias, embalagens atraentes e toda aquela propaganda que faz parecer com que as coisas realmente sejam importantes para nós – o que nem sempre é verdade.

O consumismo exagerado, além de ser prejudicial para o meio ambiente, é responsável por desestabilizar as economias de muita gente que – na inocência ou não – acaba se deixando levar por todo esse apelo que existe em volta dos produtos.

Para quem não sabe direito como fazer para ser mais responsável na hora das compras, a ideia é simples: parar e pensar. Você realmente precisa disso que está comprando? Se realmente precisa, escolha o que afete menos o meio ambiente e compre somente na quantidade que vai utilizar. Só pague mais caro se o produto for trazer benefícios e economia em longo prazo, evite os descartáveis.

Pense na natureza. Quanta poluição foi necessária por causa desse produto que você quer comprar? Algum animal foi usado em testes? A embalagem poderá ser reciclada depois? Mas fique atento, o fato de o material ser reciclável não é desculpa para comprar mais e mais. O melhor, sempre, é reduzir o consumo.

É bom lembrar que muita coisa industrializada pode muito bem ser substituída por algo natural. Por exemplo, comprar frutas para fazer sucos, em vez de comprar os que já vêm prontos. Sai mais barato e não tem embalagens. É importante usar a lógica nessas horas.

E você, como tem se comportado diante dessa onda consumista? Quais são os seus métodos para evitar os exageros?

Deixe um comentário