Envie para um amigo

Água contaminada afasta animais na Índia

Poluição atmosférica e água contaminada são problemas ambientais que assolam a Índia. De acordo com relatório divulgado pelo Banco Mundial em julho deste ano, uma em cada 350 crianças morrem no país devido à água contaminada pelas usinas de carvão que se instalaram no local. O mesmo acontece com os animais – a falta do líquido próprio para o consumo afastou as espécies selvagens do país. A maioria dos zoológicos foi fechada devido à degradação ambiental. Na cidade de Singrauli, porém, um deles ficou aberto, só que não tem animais de verdade. Os bichos são esculturas de plástico e de concreto, pois a falta de água potável na região dificultaria o desenvolvimento saudável das espécies.

O mais curioso é que o espaço é uma iniciativa da companhia National Thermal Power Corporation, estatal que produz energia a partir do carvão.

Recentemente, a fotógrafa indiana Tanvi Mishra esteve no local para registrar suas impressões sobre a visita. Ela clicou diversas jaulas repletas de estátuas e afirmou logo após a experiência que “o zoológico é um lembrete sombrio do relacionamento que agora existe entre o homem e a natureza”.

Singrauli abriga grande quantidade de usinas de carvão, que produzem 12% da energia consumida na Índia. Essas indústrias representam um grande risco ao meio ambiente, pois já devastaram florestas locais e seus resíduos contaminaram diversas fontes de água potável.

 

Deixe um comentário